Engajamento marca restaurante de imigrantes que tem até “think table”

Leia também

Inaugurado há um ano, antes da pandemia, o “Immigrant Food” em Washington se firma com um novo tipo de gastronomia: o primeiro restaurante “gastropolítico” dos EUA, com a proposta de trazer o bate-papo social, político e econômico à prova dos seus clientes. Entre pratos típicos de países que remetem às grandes ondas migratórias dos Estados Unidos, o empreendimento localizado no coração da capital americana, não se propõem apenas a servir lanches e refeições, mas se tornou um centro de engajamento e debate.

Criado com essa proposta de debate social, o Immigrant Food é um modelo de negócio que pode vir a ser tendência neste momento de economia com impacto. Longe de ser uma ONG, o empreendimento é uma opção que alia causas sociais à lucratividade para os sócios e também às causas apoiadas.

Com opções que variam de US$ 12 a US$ 15, o Immigrant Food, que tem como lema “unidos à mesa”, celebra a comida “fusion”, como Bowls que unem tradições vietnamitas com caribenhas, mexicanos, indianos e gregos no mesmo prato ou Irlanda e México em uma mistura de sabores. O comando da casa está a cargo do renomado chef venezuelano Enrique Limardo.

Mas além da história por trás de cada prato, a política imigratória entra no restaurante. Junto com o cardápio de refeições há um menu de engajamento, onde o cliente pode escolher entre doar dinheiro para alguma causa, assinar algum manifesto ou se inscrever em alguma ONG. As fotos que enfeitam o local, a uma quadra da Casa Branca, trazem apenas imigrantes e uma grande tela interativa no estabelecimento convida as pessoas a indicarem, em um mapa, de onde é sua origem.

Mas não é só isso. O local tem um “think table” sobre imigração, brincadeira do idealizador do projeto, Peter Schechter, empresário que decidiu unir seus dois “mundos” — ele é sócio de alguns restaurantes na cidade e já foi até presidente de um centro de estudos, o Atlantic Council. Antes da pandemia, o local abria à tarde apenas para reuniões de debates. Agora, isso ocorre de forma virtual. Na edição de dezembro dos debates, por exemplo, o restaurante trouxe nomes como o vencedor do Pulitzer e colunista do New York Times, Tom Friedman, a líder comunitária na Sierra Gorda mexicana, Pati Ruiz Gordez. O presidente fundador e CEO da ONG Forest Trends , Michael Jenkins.

“Nosso objetivo é celebrar a imigração, em pratos saborosos, lembrando de nossas origens e debatendo o assunto. A imigração é algo que une o país, 74% dos americanos apoiam a imigração” afirmou Peter Schechter.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

Lo mejor Alternativas a Utilizar CityXGuide.com Para conocer en general Mujeres

En el caso de que regularmente dedique algún tiempo a CityXGuide.com comprando proveedores cumplir luego definitivamente debería ver el película. Este video...

The simple truth is Shag.co.uk Is Not A Legit As It Seems To Be

Site Details: Table Of Contents Review Contained in this analysis we'll digest all reasons why Shag.co.uk actually genuine. Whenever we say one thing actually real we...

Willow recensione – cosa fare esattamente sappiamo tutti su qualcuno di esso?

Incontri programmi diventati standard nel nostro tutti i giorni vite fisiche. Adesso, have many online dating programs disponibile per la vendita per...

6 質問がディスカッションをスパークさせる最初の日付

最も重要 日付 懸念 傾向がある 絶対に 要求が厳しい! それでも 難しい 十分 準備 一緒に夜を過ごすしかし考える 何をする 話す たくさん 検討する。 それはあなたです 可能性 確認する この人 良い 素晴らしい方法である可能性があります。 あなたは...

LatinoMeetup Évaluation 2021

C'est bien connu que les Latino females et men serait le les personnes les plus chaudes les gens de globalement, et est...